Agende sua consulta a partir de R$150,00

logomarca cannacare

Extração de Cannabis: Métodos para Realizar a Extração de Concentrados

extracao

Sumário

A Cannabis é uma planta que tem ganhado destaque crescente em diversos setores, principalmente no campo da saúde, devido aos seus potenciais benefícios terapêuticos. O uso recreacional, regulado em países como EUA, Canadá e Uruguai, também vem aumentando exponencialmente, e com ele, novos produtos surgem no mercado.

Com estes produtos emergem novas tecnologias de produção e processamento. No centro dessa inovação está o processo de extração de concentrados de Cannabis.
Uma etapa que exige conhecimento técnico para realizar separação dos compostos benéficos da planta: canabinóides e terpenos.

Estes compostos são os responsáveis pelos efeitos terapêuticos atribuídos à planta. A realização da sua extração de forma optimal e profissional é fundamental para a produção de produtos de Cannabis de alta qualidade.

O processo de extração não é apenas uma técnica de refinamento, mas uma arte científica que, quando executada corretamente, pode maximizar a potência e a eficácia dos derivados da Cannabis. Com a crescente legalização e aceitação da Cannabis em diferentes partes do mundo, a demanda por produtos derivados seguros e eficazes tem impulsionado a evolução de métodos de extração mais sofisticados e precisos.

A extração de concentrados envolve separar os compostos desejados da matriz vegetal da Cannabis, resultando em um produto concentrado que pode ser utilizado de diversas maneiras. Desde óleos terapêuticos até comestíveis e tópicos, a gama de produtos disponíveis é vasta e continua a expandir-se com a inovação contínua na área de extração.

Os métodos de extração variam em complexidade e eficiência, e a escolha do método adequado pode impactar diretamente na qualidade, potência e pureza do produto final. A regulamentação em torno da extração de Cannabis é um aspecto crucial para garantir que os processos sejam realizados de acordo com as normas de segurança e qualidade estabelecidas, garantindo assim produtos confiáveis e seguros para os consumidores.

Neste artigo, vamos explorar o universo da extração de Cannabis, delineando as situações mais comuns para a extração, os principais métodos utilizados, e as diferenças fundamentais entre as extrações com e sem solvente, proporcionando uma compreensão detalhada das particularidades, vantagens e desvantagens de cada método. Vem entender melhor sobre o fascinante e diverso universo das extrações de cannabis!

O que são Extrações de Cannabis e Para que Servem?

As extrações de Cannabis são processos tecnológicos desenvolvidos para separar, isolar e concentrar os compostos bioativos presentes na planta Cannabis. Esses compostos, principalmente canabinóides e terpenos, são conhecidos por suas propriedades terapêuticas e são o foco principal das extrações. O objetivo é obter um produto final que contenha uma concentração elevada desses compostos, minimizando ou eliminando outras substâncias presentes na matéria vegetal.

Uma extração de qualidade busca concentrar tanto os canabinóides, como o CBD (canabidiol) e o THC (tetrahidrocanabinol), quanto os terpenos da planta.

Os canabinóides são compostos bioquímicos que interagem com o sistema endocanabinoide do corpo humano, um sistema biológico que regula várias funções, como sono, apetite, dor e resposta imunológica. Por outro lado, os terpenos são compostos aromáticos encontrados em várias plantas, incluindo a Cannabis, e são conhecidos por contribuir para os benefícios terapêuticos e proporcionar os aromas e sabores característicos a cada planta.

A utilidade das extrações de Cannabis é vasta e diversificada, abrangendo várias áreas e aplicações:

  • Medicina: Os concentrados de Cannabis são fundamentais no desenvolvimento de tratamentos médicos para uma variedade de condições e doenças. Eles podem ser formulados em várias apresentações, como óleos, cápsulas, tinturas e cremes, proporcionando aos profissionais médicos e pacientes opções terapêuticas baseadas em evidências.

A extração de compostos de Cannabis é fundamental na produção de óleos medicinais. Estes óleos, ricos em canabinoides, são utilizados para tratar uma variedade de condições médicas, incluindo epilepsia, dor crônica, ansiedade, insônia, entre outras. A extração permite a obtenção de um produto concentrado e purificado que pode ser dosado com precisão para atender às necessidades dos pacientes.

  • Pesquisa Científica: Ao isolar e concentrar canabinóides e terpenos, os pesquisadores podem estudar suas propriedades em ambientes controlados. Isso é crucial para o avanço do entendimento científico e o desenvolvimento de novas aplicações terapêuticas com maior precisão. Este é um passo vital para o avanço do entendimento científico sobre a Cannabis e o desenvolvimento de novos tratamentos médicos.
  • Produtos Recreativos: Nos locais onde a Cannabis recreativa é legalizada, no setor recreativo, a extração de Cannabis é utilizada para criar produtos com diferentes potências e efeitos. Isso inclui comestíveis, concentrados como ceras e shatters, e vapes, proporcionando aos consumidores uma variedade de opções para explorar os efeitos recreativos da Cannabis.
  • Bem-estar e Cuidados Pessoais: A crescente popularidade da Cannabis no setor de bem-estar levou ao desenvolvimento de uma variedade de produtos para cuidados pessoais e bem-estar, como loções, bálsamos e óleos essenciais.
  • Indústria Alimentícia: Com a legalização e a aceitação crescente da Cannabis, a indústria alimentícia também começou a explorar o uso de concentrados de Cannabis em produtos comestíveis, como chocolates, gomas e bebidas.

A extração eficaz de concentrados de Cannabis é um pilar central na viabilização de todos esses produtos e aplicações. A qualidade, pureza e potência dos concentrados obtidos são determinantes cruciais na eficácia e segurança dos produtos finais. Além disso, com a regulamentação e a normalização da indústria de Cannabis, os processos de extração tornaram-se cada vez mais sofisticados, garantindo que os produtos à base de Cannabis atendam aos padrões rigorosos de qualidade e segurança exigidos tanto pelos reguladores quanto pelos consumidores.

A extração de Cannabis é um processo dinâmico que atende a várias necessidades e propósitos, tornando-se um pilar fundamental na cadeia de produção e inovação dentro do universo da Cannabis. Cada situação em que a extração é realizada reflete a versatilidade e a importância desta etapa, contribuindo para o crescimento e a diversificação contínua do mercado de Cannabis.

A CannaCare se dedica a promover a compreensão e a transparência em torno dos processos de extração de Cannabis, pois acreditamos que um entendimento claro e baseado em evidências desses processos é fundamental para garantir a confiança e a segurança dos nossos clientes e da comunidade médica como um todo.

Principais Métodos de Extração de Cannabis

A extração de compostos valiosos da Cannabis é uma etapa crítica que determina a qualidade e a eficácia dos produtos derivados. Os métodos de extração empregados podem variar amplamente em termos de complexidade, eficiência e os tipos de produtos que podem ser criados a partir deles. Vamos explorar os principais métodos de extração de Cannabis, focando nas técnicas de extração com solventes, extração sem solventes e extração por CO2 supercrítico, que são amplamente reconhecidos na indústria.

Extração com Solventes:

A extração com solventes é um dos métodos mais comuns e eficazes para isolar canabinóides e terpenos da matriz vegetal da Cannabis. Neste método, solventes químicos como etanol, butano ou propano são utilizados para dissolver os compostos desejados da planta. Este método é eficaz e relativamente simples, proporcionando uma maneira econômica e eficiente em termos de tempo para obter um produto concentrado. Também é capaz de produzir grandes volumes de extrato, tornando-o uma opção atrativa para a produção em larga escala. No entanto, uma desvantagem significativa é que os resíduos de solventes podem permanecer no produto final se não for adequadamente purificado, o que pode ser prejudicial. Além disso, a extração com solventes pode alterar ou degradar alguns compostos sensíveis ao calor ou ao solvente, impactando a integridade do produto final.

Extração Sem Solventes:

Diferentemente da extração com solventes, a extração sem solventes não utiliza solventes químicos. Em vez disso, depende de métodos físicos e mecânicos como pressão e temperatura  para extrair os compostos desejados. Este método é uma opção mais segura e natural, eliminando o risco de resíduos de solventes e podendo preservar melhor a integridade de compostos sensíveis. No entanto, pode ser menos eficiente em termos de rendimento comparado à extração com solventes. Além disso, o processo pode ser mais demorado e menos eficaz para a produção em larga escala, representando desafios para operações de maior volume.

A escolha entre estes métodos de extração dependerá de vários fatores, incluindo o produto final desejado, os requisitos de pureza, a escala de produção, e os recursos disponíveis. Cada método tem seu lugar no espectro da produção de Cannabis, e a compreensão de suas vantagens e desvantagens é crucial para fazer escolhas informadas que atendam às necessidades e expectativas dos consumidores e pacientes que dependem dos benefícios terapêuticos da Cannabis.

Desvendando os principais métodos de extração de Cannabis

A extração de compostos da Cannabis é um campo que oferece uma variedade de métodos, cada um com suas peculiaridades, vantagens e desvantagens. Vamos explorar alguns métodos de extração, ordenados por relevância, para oferecer uma visão abrangente que possa auxiliar na escolha do método mais adequado conforme a necessidade.

Extração por CO2 Supercrítico:

A extração por CO2 supercrítico é um método sofisticado que utiliza dióxido de carbono em estado supercrítico como solvente para separar os compostos desejados da Cannabis. Este método é conhecido pela alta pureza e especificidade dos extratos que produz, além de ser um processo limpo que não deixa resíduos de solventes, o que é crucial para garantir a segurança e a qualidade do produto final. No entanto, esta técnica exige equipamento caro e operadores treinados, apresentando um alto custo inicial que pode ser uma barreira para pequenos produtores.

Extração com Solventes (Etanol, Butano, Propano):

A extração com solventes, utilizando agentes químicos como etanol, butano ou propano, é uma técnica eficiente, simples e econômica para dissolver e extrair compostos da Cannabis. Este método é especialmente adequado para produção em larga escala, devido à sua eficácia e rapidez. No entanto, existe a possibilidade de resíduos de solventes permanecerem no produto final, o que pode ser prejudicial. Além disso, a extração com solventes pode degradar compostos sensíveis, o que pode impactar a integridade e a eficácia do extrato final.

Extração sem Solventes (Pressão e Calor):

A extração sem solventes, que emprega pressão e calor físicos para extrair compostos, é um método mais seguro e natural. Esta técnica preserva a integridade dos compostos, evitando o uso de agentes químicos. No entanto, é menos eficiente em termos de rendimento comparado a métodos de extração com solventes, e o processo pode ser mais demorado, o que pode ser um desafio para operações de maior volume.

Destilação a Vapor:

A destilação a vapor é um método que utiliza vapor para extrair canabinoides e terpenos da Cannabis. É um processo limpo e natural que evita o uso de solventes químicos, proporcionando uma alternativa mais segura. No entanto, possui menor eficiência e controle quando comparado a métodos mais avançados como a extração por CO2 supercrítico, o que pode resultar em extratos menos concentrados.

Extração em Óleo:

A extração com óleo (MCT, óleo de côco, azeite de oliva, óleo de cânhamo) é uma técnica segura e simples que utiliza óleo como um solvente natural para extrair compostos da Cannabis. Não requer equipamento especializado, tornando-se uma opção acessível. No entanto, apresenta menor potência e eficiência na extração comparada a outros métodos, e os produtos resultantes podem ter uma vida útil mais curta devido à presença do óleo.

Extração com Água e gelo:

A extração com água é um método que utiliza água, gelo e agitação para separar os tricomas da matéria vegetal de forma mecânica, proporcionando uma maneira natural e segura de extração. Não envolve o uso de solventes químicos, o que é uma vantagem significativa. No entanto, é menos eficiente em termos de extração e o processo pode ser mais artesanal e demorado, o que pode ser um desafio para algumas operações.

Extração por Rosin Press:

A extração por Rosin Press aplica calor e pressão usando uma prensa para extrair compostos da Cannabis. É um método rápido e seguro que evita o uso de solventes, tornando-se uma opção mais natural. No entanto, tende a ter um rendimento mais baixo e é melhor adaptado para pequenas operações, já que pode não ser o método mais eficiente para produção em larga escala.


Cada método de extração tem seu lugar no espectro da produção de Cannabis e a escolha do método dependerá de fatores como a qualidade desejada, a escala de produção, e as preferências individuais. Ao considerar esses métodos, é crucial avaliar o equilíbrio entre eficiência, pureza, segurança, e custo para garantir que o produto final atenda aos padrões de qualidade e segurança, proporcionando os benefícios terapêuticos desejados da Cannabis.

Compromisso com a Transparência e Suporte Informado

Na CannaCare, nos dedicamos a fornecer informações baseadas em evidências para que nossos pacientes possam tomar decisões bem informadas sobre o uso de produtos à base de Cannabis. O processo de extração é uma etapa crucial na produção de produtos de Cannabis de alta qualidade, e a compreensão dos diferentes métodos de extração pode ajudar os pacientes a escolherem os produtos que melhor atendam às suas necessidades.

A transparência é um pilar fundamental da nossa abordagem, e estamos comprometidos em informar nossos pacientes para desmistificar o universo da Cannabis medicinal, proporcionando um ambiente acolhedor e suporte informativo.
Nossa equipe está sempre à disposição para acolher e acompanhar os pacientes que desejam iniciar um tratamento com produtos à base de Cannabis. Estamos aqui para responder a todas as suas perguntas, guiá-lo através da jornada de tratamento, garantindo que você tenha todas as informações necessárias para fazer escolhas informadas.

Com o apoio certo e o conhecimento adequado, acreditamos que cada paciente pode encontrar um caminho para uma vida mais saudável e equilibrada, com a ajuda da Cannabis. Conte conosco para apoiar você em cada etapa desse processo, oferecendo um cuidado compassivo, experiência profissional e um compromisso com a sua saúde e bem-estar.

Texto escrito por Mariana Ferreira

Revisão médica:

Dr. Sérgio Rayol – CRM SP 165458

Diretor médico na CannaCare.

Médico pela Universidade Estadual de Pernambuco (UPE). Especialista em Clínica Médica pelo Hospital Santa Marcelina e em Hematologia e Hemoterapia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Curso de Medicina Paliativa no Instituto Pallium (Buenos Aires). Curso de Medicina Cannabinoide pela WeCann Academy

Fale com um especialista