Agende sua consulta a partir de R$150,00

logomarca cannacare

Como o tratamento com Cannabis pode melhorar seu sono

mulher dormindo sorrindo

Sumário

Há pessoas que dormem 4 ou 5 horas por noite e se sentem descansadas e dispostas durante o dia todo. Mas esse, definitivamente, não é o caso quando você está sofrendo de insônia ou qualquer outro distúrbio do sono.

Segundo a Associação Brasileira do Sono (ABS), mais de 73 milhões de pessoas sofrem de insônia no país. Um distúrbio cada vez mais comum, principalmente com o aumento do estresse e da ansiedade entre os brasileiros, que impede as pessoas de manter uma rotina adequada de sono, impactando tanto a sua saúde física quanto mental.

Vale lembrar, segundo especialistas em distúrbios do sono, que insônia não é, necessariamente, passar a noite toda sem dormir, podendo se manifestar como alterações diversas na qualidade do sono do paciente. Ou seja, não é só dormir pouco: dormir mal ou acordar seguidamente no meio da noite e se sentir cansado durante o dia, também é um sintoma de insônia. 

Tratamento contra a insônia

Há muitas recomendações e práticas eficientes no combate à insônia, que vão desde uma alimentação mais equilibrada, passando pela prática regular de exercícios físicos, até a Terapia Cognitiva Comportamental (TCC), higienização do sono e, em casos clínicos, medicamentos receitados e administrados com acompanhamento médico. 

A eficácia de cada tratamento, contudo, pode variar de acordo com a maneira como o organismo de cada paciente se adapta a cada tipo de intervenção. 

Como o tratamento à base de Cannabis pode ajudar a melhorar o seu sono

Desde a liberação dos tratamentos à base de Cannabis, o uso da medicação tem sido cada vez mais difundido e aceito pelos brasileiros para tratamentos de condições das mais diversas.

No combate aos distúrbios do sono, além de ajudar o paciente a adormecer mais rápido, a cannabis pode alterar a arquitetura do sono (tempo você passa nos diferentes estágios do sono), aumentando o tempo que você passa em sono profundo, o estágio que contribui significativamente para a “dissipação” do cansaço mental. 

Acredita-se que esse efeito dos canabinóides está ligado a suas interações com os receptores canabinóides do nosso cérebro, que uma vez acionados enviam mensagens para aumentar nossos níveis de adenosina (hormônio que promove o sono) e suprimir o sistema de excitação do cérebro. Juntos, esses efeitos podem ajudar as pessoas de cannabis a se sentirem mais relaxados e até sonolentos.

Por outro lado, se mais tempo em sono profundo significa menos tempo no chamado sono REM, quando você passa mais tempo sonhando, isso é ainda mais interessante para pacientes com TEPT (Transtorno de Estresse Pós-Traumático), por exemplo, onde pesadelos são um sintoma comum e perturbador. 

Em todos os casos, seja para um diagnóstico mais assertivo, uma prescrição adequada ou a avaliação das melhores opções para a sua necessidade, é essencial consultar sempre um médico especialista. 

Fontes:

https://www.sleepfoundation.org/sleep-aids/cannabis-and-sleep

https://sindusfarma.org.br/noticias/empresas-foco/exibir/14801-mal-do-seculo-insonia-afeta-mais-de-73-milhoes-de-brasileiros

https://www.segs.com.br/saude/353268-73-milhoes-de-pessoas-sofrem-com-insonia-no-brasil

https://www.em.com.br/app/noticia/bem-viver/2022/01/11/interna_bem_viver,1336833/cannabis-medicinal-e-eficaz-no-tratamento-da-insonia.shtml

Texto escrito por Alisson Luiz Dias

Revisão médica:

Dr. Sérgio Rayol – CRM SP 165458

Diretor médico na CannaCare.

Médico pela Universidade Estadual de Pernambuco (UPE). Especialista em Clínica Médica pelo Hospital Santa Marcelina e em Hematologia e Hemoterapia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Curso de Medicina Paliativa no Instituto Pallium (Buenos Aires). Curso de Medicina Cannabinoide pela WeCann Academy

Fale com um especialista