Agende sua consulta a partir de R$150,00

logomarca cannacare

Tudo sobre a cannabis medicinal para doenças cardiovasculares

Screenshot_1

Sumário

Tem crescido o interesse da comunidade científica no potencial terapêutico da cannabis medicinal para o tratamento de doenças cardiovasculares.

São vários os estudos que indicam os benefícios potenciais da cannabis para a saúde do coração, e mesmo com evidências preliminares e variáveis, o futuro desse assunto traz possibilidades animadoras.

A seguir você descobre informações interessantes sobre a cannabis e a saúde do coração, as quais você talvez nunca tenha ouvido falar, mas que podem te abrir novas possibilidades para a manutenção da saúde cardiovascular a partir dessa medicina natural.

Este é um convite para expandir sua mente e considerar novas possibilidades, pois a cannabis pode ser uma nova ferramenta de tratamento na medicina cardiovascular.

Os canabinoides e a saúde do coração

Você sabia que o tetrahidrocanabinol, ou o THC, um dos componentes da cannabis, pode ter efeito vasodilatador que ajuda na redução temporária da pressão arterial? No entanto, a relação entre cannabis e pressão arterial é complexa e pode variar dependendo da dosagem e da frequência de uso.

Além disso, pesquisas iniciais em modelos animais sugerem que os canabinoides podem proteger contra a fibrose cardíaca e melhorar a função cardíaca em casos de insuficiência do coração, embora mais estudos em humanos sejam necessários para confirmar esses resultados.

Há também evidências que o CBD, o canabidiol, pode exercer efeito estabilizador em arritmias cardíacas, e existem relatos sobre os efeitos da cannabis em arritmias. Alguns estudos indicam que ela pode aumentar o risco de arritmias em alguns pacientes, enquanto outros sugerem que componentes como o CBD (canabidiol) pode ter efeito estabilizador.

O CBD e o grande potencial benéfico ao coração

Ao analisar algumas evidências do CBD em estudos com animais, cientistas concluíram que esse canabinoide pode exercer alguns benefícios à saúde do coração. 

Essa pesquisa desvendou dados importantes sobre o canabidiol e a sua influência no sistema cardiovascular. Esses dados sugerem que o sistema cardiovascular é alvo terapêutico válido para o CBD, embora os locais específicos de ação do CBD precisem ser melhor estabelecidos, assim como a aplicabilidade dessas respostas no sistema cardiovascular humano.

Confira algumas observações desse estudo que utilizou modelos animais de disfunção endotelial, para avaliar como o CBD interage com o sistema cardiovascular. 

  • Estabilidade hemodinâmica. O CBD não afeta a pressão arterial em repouso ou a frequência cardíaca, mas reduz a resposta cardiovascular a diferentes tipos de estresse;
  • Proteção cardíaca. Ao reduzir os efeitos da isquemia cardíaca e reperfusão, o CBD tem um papel protetor, além de reduzir a disfunção cardíaca associada ao diabetes;
  • O CBD reduz o dano isquêmico em modelos de AVC, em parte por conta da manutenção do fluxo sanguíneo cerebral;
  • O CBD promove benefícios em ambientes de alta glicose, ou seja, ele ameniza os efeitos negativos da glicose sobre moléculas de adesão celular e a função de barreira.

Os pesquisadores que conduziram o estudo observaram que esses parâmetros fornecem uma visão abrangente dos múltiplos efeitos cardiovasculares do CBD em modelos pré-clínicos, e que a pesquisa aponta a necessidade de trabalhos adicionais para consolidar essas hipóteses, e estabelecer mecanismos de ação, além de verificar se respostas similares ocorrem em humanos.

Prevenção de doenças e danos cardiovasculares

A cannabis também se apresenta como potencial ferramenta na prevenção, sendo uma opção frequente na medicina preventiva e possibilitando melhorias diversas na saúde dos pacientes para além da cardiovascular.

Esta outra pesquisa aponta que o CBD guarda alguns benefícios potenciais tanto na prevenção de doenças cardiovasculares quanto na prevenção de seus danos mais significativos, que acontecem, acredita-se, por conta das suas ações anti-inflamatórias, antioxidantes, e de proteção celular/tecidual.

De forma geral, alguns efeitos potenciais do CBD no sistema cardiovascular apontados na pesquisa incluem: 

  • Diminuição da pressão arterial, dilatando os vasos sanguíneos, podendo reduzir a força das contrações do coração. Estudos indicaram que esses efeitos são relativamente pequenos e não sempre reproduzíveis;
  • Proteção para o sistema cardiovascular e para o sistema nervoso, em razão dos seus efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes;
  • Efeitos vasorrelaxantes aumentados em modelos animais de diabetes;
  • Estresse oxidativo reduzido no coração de animais hipertensos;
  • Efeitos benéficos potenciais em infarto do miocárdio, miocardites autoimunes e cardiomiopatia induzida por doxorrubicina ou diabetes (animais);
  • Redução do estresse oxidativo e nitrativo.

É importante lembrar que o CBD pode afetar o coração e o sistema cardiovascular de maneiras complexas, dependendo dos tipos de receptores, da concentração desses receptores e da dosagem de CBD. Em outras palavras: cada indivíduo é único e, portanto, carece de uma abordagem individualizada e assistida de manipulação de canabinoides de forma a garantir a integridade e o sucesso do seu tratamento.

Boas novas para a saúde do coração

Além disso, um outro estudo revelou resultados promissores especialmente em três doenças cardíacas — miocardite, cardiomiopatia e infarto do miocárdio —, mencionadas no contexto dos efeitos benéficos potenciais do CBD em modelos experimentais. 

Os resultados indicaram que os efeitos benéficos do CBD podem ser parcialmente explicados por suas propriedades antioxidantes potentes, além de seu impacto sobre vias inflamatórias e de sobrevivência celular, indicando um potencial terapêutico significativo para o tratamento de complicações cardiovasculares e outras complicações diabéticas.

No entanto, ele ressalta que a complexidade dos compostos da cannabis e os métodos de consumo variados, apresentam desafios significativos para compreender completamente seus efeitos sobre o coração.

Aliado no estresse e ótimo potencial futuro

Outro ponto interessante foi que os benefícios do CBD (e de outros canabinoides) se revelaram mais evidentes sob condições de estresse (mental, emocional ou físico); em indivíduos com hipertensão; após ataques cardíacos; quando o coração está danificado; ou quando há inflamação no sistema cardiovascular. 

A partir de dados pré-clínicos (animais) e clínicos (humanos), essa pesquisa concluiu que “com algumas exceções, o efeito do CBD no sistema cardiovascular sob condições fisiológicas parece ser insignificante, o que confirma o bom perfil de segurança deste canabinoide”.

Há, portanto, um potencial significativo para o  uso do canabidiol na proteção e suporte ao sistema cardiovascular, tanto em saúde quanto em doença, apontou essa pesquisa.

Para os pesquisadores, os seguintes efeitos do CBD são os mais promissores para o futuro do tratamento da saúde do coração: 

  • Redução da pressão arterial, especialmente sob condições de estresse;
  • Protetor do cérebro em casos de AVC;
  • Protetor do coração e dos vasos sanguíneos, potencialmente diminuindo o estresse oxidativo, a inflamação, e a morte celular.

As propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, vasculoprotetoras, cardioprotetoras e neuroprotetoras do CBD, frequentemente reveladas em modelos experimentais de várias condições cardiovasculares (como hipertensão, doenças cardíacas, AVC, e lesões de isquemia/reperfusão), sugerem que o CBD pode ser considerado uma ferramenta terapêutica para o tratamento de distúrbios cardiovasculares. 

Medicina segura e eficiente ao seu alcance

Para além da saúde cardiovascular, a cannabis medicinal já é comprovadamente uma forma segura e altamente eficiente de lidar com uma série de patologias, de distúrbios neurológicos à dores crônicas, ansiedade e depressão, por exemplo.  

Quer saber mais a respeito? Entre em contato conosco, que te guiamos em sua jornada terapêutica de forma personalizada. Desde a consulta com um médico prescritor capacitado, à importação de uma série de medicamentos de excelência, seguimos firmes na nossa missão de elevar sua qualidade de vida por meio dos tratamentos com cannabis. Oferecemos mais que tratamentos e te convidamos para uma revolução de bem-estar na sua vida. Ao reconhecer que cada indivíduo é único, nos comprometemos com a personalização da sua saúde, adaptando nossas soluções às suas necessidades específicas, garantindo a eficácia do seu tratamento em uma experiência de cuidado integrativa.

Por isso, convidamos você a se juntar a nós nesta jornada rumo a uma vida mais plena. Entre em contato conosco e dê o primeiro passo rumo a um futuro onde a medicina e a natureza caminham juntas em prol da cura e do bem-estar para todos.

Texto escrito por Mariana Ferreira

Revisão médica:

Dr. Sérgio Rayol – CRM SP 165458

Diretor médico na CannaCare.

Médico pela Universidade Estadual de Pernambuco (UPE). Especialista em Clínica Médica pelo Hospital Santa Marcelina e em Hematologia e Hemoterapia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Curso de Medicina Paliativa no Instituto Pallium (Buenos Aires). Curso de Medicina Cannabinoide pela WeCann Academy

Fale com um especialista